segunda-feira, 11 de março de 2013

Era pô-la numa cápsula do tempo.

Quem? A adolescente que surgiu na reportagem do Jornal da Tarde, à porta do Pavilhão Atlântico, envergando uma tatuagem do Justin Bieber (diz que tem seis, todas dedicadas ao tal do justino, mas aquela estava estrategicamente posicionada no braço, com a exposição pública à distância de curto arregaçar de manga). Regulava-se a coisa para os 10 anos- se calhar 2 seriam suficientes -, seleccionava-se a direcção "futuro", e ficava-se à espera da reacção na volta. Como nos filmes de terror, quando sabemos que algo de absolutamente assustador vai acontecer - não sabemos o que é, sabemos apenas que vai ser mau, que vai ser feio. Depois abria-se a cápsula do tempo (imagino a cápsula do tempo com uma porta de ferro, muito grossa, que chia ao abrir) e era gozar o momento.

4 comentários:

  1. Essa sonsa merece bem o que a espera.

    ResponderEliminar
  2. Por ser que o justino lhe vomite em cima (diz que anda mal dos fígados)...

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que não tenho filhas. Nem filhos. Digo eu...

    ResponderEliminar